sexta-feira, 30 de março de 2012

O que dizer?



Há alguns dias tenho precisado escrever, mas as palavras têm me faltado. E quando tento expressar o que estou sentindo nestes dias e o que tenho pensado, me foge toda inspiração. Tem sido tudo tão estranho, diferente. Uma briga feroz com quem eu era para me tornar quem eu nasci para ser. As palavras têm se tornado canções que eu não sei se sei cantar, mas as quero, quero cantar, quero gritar, quero agarrar e berrar, quero adorar. Quero ser espelho, não mais de mim mesma, um ser humano frágil e falho, mas da Tua face, do Teu amor, da Tua presença. Quero que minha vida e meus atos gritem que eu Te amo. Apenas lhe dizer obrigada, por TUDO!

Um comentário:

uhun disse...

ô Ester muito bacana seu blog viu...e eu não tenho paciência nem pro meu....continua assim nessa linha que vai longe porque vc escreve uma das unicas coisas que fazem sentido e valem a pena ler ainda nesse mundo bloguistico o ó que temmos...

abraços...

Fernanda M.

^^